Translate

domingo, 27 de julho de 2014

BATMAN 75 ANOS



Batman o super-herói das histórias em quadrinhos publicadas pela DC Comics, apareceu pela primeira vez em maio de 1939, na revista Detective comics, criado pelo desenhista Bob Kane e pelo escritor Bill Finger. 75 anos depois, o homem-morcego se tornou um dos personagens ficticios mais famosos de todos os tempos, ao lado do Superman e do Homem- Aranha.
Bob Kane é oficialmente creditado como o criador do Homem-morcego, porém é amplamente aceito que o escritor Bill Finger foi decisivo na formação de pontos chaves do mito, com uma mistura de Drácula e Zorro, foi Finger que deu ao personagem o formato que o consagrou.
No inicio meio inocente, acompanhado por Robin, o menino prodigio, Batman nos ultimos tempos adotou sua postura original de revoltado e vingador, se adequando à realidade e conseguindo manter sua fama por várias gerações através da transportação da sua saga para os cinemas
Um dia depois do Batman Day,  data definida pela DC Comics para celebrar o herói que comemora 75 anos de criação em 2014, o fotógrafo Clay Enos divulgou uma nova foto de Batman, do filme que vai estrear em breve, Batman V Superman:Dawn  of Justice.
A nova imagem divulga outra vez o rosto de  Ben Affleck, que vai viver o Homem-Morcego no cinema depois de Christian Bale, que o encarnou na trilogia O cavaleiro das trevas.

terça-feira, 22 de julho de 2014

MORRISSEY - World Peace Is None of Your Business (2014)



World Peace Is None of Your Business, décimo álbum de estúdio do Morrissey foi lançado no dia 14 de Julho, produzido por Joe Chiccarelli, parece um Morrissey bi-polar ou, um Morrissey que ainda não tinha sido feito. Ferino como sempre, poético como nunca, o disco tem seu ponto forte nas letras, a começar pela faixa título "World Peace Is None of Your Business" politicamente incorreta, diz que a paz mundial não é da sua conta, trabalhe duro e pague suas contas e não pergunte porquê. Não dá prá saber se Morrissey é irônico ou cansou de esquentar a cabeça com os problemas do mundo, mas continua ferino em " The Bullfighter Dies" um hino anti-touradas quando torce para o toureiro levar a pior. E tudo amparado por guitarra flamenca, uma caracteristica deste disco.Morrissey parece influenciado por Paris e algumas músicas soam como clássicos franceses, embora a letra seja macabra como "Smiler With Knife", e a melodia anos 50 lembra  Frank Sinatra em " I'm Not a Man".
Valorizando a poesia, Morrissey lançou videos de algumas músicas somente com a letra falada, entre eles  "Earth Is the Loneliest Planet" apresenta uma cena com Pamela Anderson, e onde reaparece a velha misantropia do ex-líder dos Smiths.A descrença absoluta sobre todas as formas de mudar o mundo aparece durante todo o disco , reflexões sobre a morte também, na  linda e fúnebre "Oboe Concerto" mas a única, e melhor música, que lembra discos anteriores se chama "Staircase at the University" o conhecido formato de contraste do som  com a letra, macabra também por sinal.

Ser Bí-polar é ruim, mas é muito bom. Como disse um crítico sobre o disco: "World Peace" não é um bom disco, mas é quase perfeito.
CarloCarlus



sábado, 12 de julho de 2014

RETRATOS DO BRASIL



Há muita coisa a falar sobre esta seleçao, que é a pior de todos os tempos, pelo menos nas estatisticas, e hoje foi falado muita coisa, mas a imprensa passou todo o tempo enganando os torcedores, de olho nos patrocinadores e só agora sentaram o pau, mas eu queria enumerar tudo que eu não gostei, desde o incio, desta seleção que quase chega à final, errando quase tudo. E não é só o que aconteceu dentro de campo. Começando pelo final, quando se retirou de campo não esperando,como anfitrião, a entrega das medalhas à Holanda.
A ida de jogadores para a Europa, muitos sem formação minimamente básica, leva alguns jogadores, endeusados pela imprensa como verdadeiros heróis, a se acharem pop-stars mesmo sem conquistar nada, como resultado temos entrevistas que deixariam o Dr. Banner transformado eternamente em Hulk. Não sabem se expressar e parecem se preocupar muito mais com os brincos e os cabelos.Aliás, eu não ví os alemães e holandeses com brincos, mas isto não tem importancia, é só uma curiosidade, talvez uma mostra do deslumbre do jogador brasileiro. Eu não sei, ao ver o william dando entrevista após a derrota para a Holanda, com dois enormes brincos,  fiquei pensando: ele não esqueceu os brincos! não sei se tem algum significado ou se é falta de noção mesmo. Aliás também, é flagrante a empáfia ou, falta de educação, de jogadores e tecnico(s) da seleção nas coletivas obrigatórias antes ou depois dos jogos. Enquanto Europeus e mesmo sul-americanos são polidos e educados com os jornalistas que estão fazendo seu trabalho, o Felipão, o Parreira e o assessor de imprensa da seleção brasileira destilam antipatia. E hoje, durante a entrevista de Felipão, Neymar o semi-deus, interrompendo uma pergunta de um reporter, entrou  de repente para abraçar o Felipão, porque estava indo embora e não podia esperar um minuto.Lamentável. Lamentável também ninguem reconhecer que a pane geral ocorreu desde o primeiro jogo contra a Croácia, toda a Imprensa,salvas algumas raras excessões,foi cumplice ao não alertar desde o inicio que esta seleção estava à beira do precipicio, e os responsáveis que não tomaram providencias para evitar o maior vexame da história das copas. Antes desta seleção, somente atletas olimpicos brasileiros tinham a primazia de chorar nas competições, o chororô que levantou debates sobre a fraqueza psicológica de alguns jogadores p´ra mim é mais insegurança e despreparo que ficar emocionado com o hino à capela. Não acreditei no choro do maluquinho David Luiz quando falou que queria dar alegria ao povo brasileiro e houve tambem fingimento, o choro fake  do Neymar na ultima entrevista enganou muita gente.
O principal responsável pela vergonha toda, o tecnico ultrapassado  Felipão, acha que o trabalho foi bem feito e que o povo brasileiro está do seu lado. Não tem noção do que acontece ao seu redor, talvez porque esteja pensando na grana que entrou na sua conta por conta dos inúmeros comerciais  que fez antes de levar a gloriosa seleção brasileira aos seus piores momentos em cem anos. Não se pode falar do público que compareceu ao jogo em Brasilia, que é diferente, nem conhece futebol e apoiou a seleçao mesmo depois da derrota humilhante para a Alemanha, por isso é perdoável ver um estádio cheio esperando que um bando de desarvorados vestidos com a camisa amarela, pudesse vencer a Holanda.
Foi muito falado nestes dias, o planejamento da Alemanha para reformular seu futebol e por consequência sua seleção, como modelo a ser seguido, mas como na Politica, a reformulação do Futebol Brasileiro vai ficar só na intenção e vai ser esquecida depois da proixima vitória do Brasil sobre... qualquer adversário.


terça-feira, 8 de julho de 2014

COPA 2014 - ALEMANHA 7 X 1 BREZIL

 
Depois do jogo contra o México, na fase de grupos, eu escrevi aí em baixo que esta seleção não iria muito longe. Me enganei, por pouco, foi longe demais. Em parte porque o sorteio programado a colocou no grupo mais fácil, e depois nas quartas e oitavas pegou Chile e Colombia, dois fregueses sul-americanos que embora estejam em melhores fases e com times mais bem armados, respeitaram demais a camisa amarelinha e não mandaram o Brasil mais cedo prá... casa. Espantoso também, ouvir horas e horas de debates e mesas redondas e não lembrar de ninguém que tenha ousado  falar que esta seleção é a pior de todos os tempos e que não iria muito longe. A mídia, em geral, claro que principalmente a Globo, levou os desavisados à acreditar que o Hexa estava chegando, os debilóides foram às ruas e as crianças deste periodo nebuloso foram levadas á sonhar com algo para se orgulhar.
Eu torcia para que esta seleção não ganhasse nada para não mascarar o que está, ou estava, sob a camisa da seleção, mas fiquei triste por esta camisa perder a dignidade construida em cem anos de história, cinco vezes campeã do mundo, a única coisa que nos colocava num patamar acima de outras nações. Mas chegou o tempo do brasileiro descobrir que para conquistar algo tem que trabalhar, não há mais jeitinho para dar. Muito digna, a Alemanha tirar o pé e não torcer a faca, com seus jogadores claramente não querendo mais jogar. Nem comemoraram abertamente, mostraram respeito,  talvez por sentirem o choro vindo das arquibancadas ao redor. Escrevi também antes em outro texto que, a hegemonia do futebol brasileiro tinha acabado há tempos e ninguem parecia perceber, e onde antes havia orgulho, agora havia indiferença. Não havia pensado em vergonha. A Alemanha nem precisou jogar tudo que sabe, não foi que tudo deu certo prá eles, este grupo é que não é uma seleção Brasileira, a maioria deles joga na Europa e vai embora amanhã . Nós ficamos aqui, e agora vamos pagar a conta.  

MUSE - FEELING GOOD


COPA 2014 - ARGENTINA, UFA! NAS SEMIFINAIS


 
O Tecnico da Argentina  Alejandro Sabella fingiu um desmaio depois de ver seu time perder um gol feito no jogo contra a Bélgica, mas quando quis se equilibrar de volta foi tarde, quase se dá mal embora a seleção Argentina passasse ás semi-finais vencendo por 1 a 0.
O lance, claro virou o meme mais engraçado das quartas-de-finais da Copa na Internet.

segunda-feira, 7 de julho de 2014

MICK JAGGER Feat. MONTY PYTHON REUNION

O Legendário grupo de humor inglês Monty python se reuniu outra vez,  para apresentar dez shows de despedida, e convidou nada mais nada menos que Mick Jagger para apresentar o video da reunião. Originalmente composto por Eric Idle John Cleese, Michael Palin, Terry Jones, Graham Chapman (morto em 89) e Terry Gilliam, o grupo inventou um novo estilo de representação, basicamente anárquico e caracterizado pelo completo surrealismo das cenas, propositadamente, como dizia uma amiga, toscas.
Sua influência na comédia chegou a ser comparada ao impacto causado na música  pelos Beatles, servindo de referência para programas e shows como South Park e Saturday Night Live, Adult Swin e no Brasil, Tv Pirata  e Casseta e Planeta. Foram produzidos pelo grupo diversos filmes, como " Em busca do cálice sagrado" e "A Vida de Brian" filme aliás, para o qual fiz uma tradução bem diferente anos atrás.
Uma curiosidade: a palavra "Spam" repetida ao exaustão em um episódio do MP,  inspirou o batismo das mensagens repetidas na internet, em 1994.
Terry Gilliam, para mim o gênio, depois do fim do grupo seguiu a carreira de cineasta e  dirigiu alguns dos mais criativos filmes já feitos, totalmente surreais, como o inteligente "Os 12 macacos", o grandioso " As aventuras do Barão de Munchausen", o delirante "Brazil", o sonhador "O pescador de ilusões" e o fantástico "O Mundo imaginário de Dr. Parnassus"
No vídeo de chamada, não poderia faltar o Non-sense. Jagger ironiza o Monty Python como se não percebesse que falam o mesmo dos Stones.


video


quinta-feira, 3 de julho de 2014

MUTANTES - Tecnicolor (1970)



Em 1970  á convite do produtor Carl Holmes, Os Mutantes, na época uma banda prodigio, gravaram algumas canções no estúdio Des Dames, com a intenção era lançar um álbum principalmente em inglês para atrair público internacional. Mas a gravadora  Polydor desistiria do projeto mesmo com o álbum inteiro já gravado. 29 anos depois, alguem descobriu o tesouro escondido e a  gravadora Universal, dona do catálogo da extinta Polydor, finalmente resolveu lançar o álbum gravado pela banda durante sua passagem pela França em 1970. A ilustração e a caligrafia do álbum, na versão editada em 1999, são da autoria do filho de John Lennon, Sean. O disco foi chamado de Technicolor.
Ao ser lançado, o CD recebeu elogios nos quatro cantos do planeta, sendo uma das molas propulsoras para a volta do grupo no Século XXI, em vários shows pela Europa, sem Rita Lee, com Zélia Duncan nos vocais.
Em fevereiro de 2005 a revista britânica Mojo incluiu o álbum em sua lista de "50 Most Out There Albums of All Time" (algo como os "50 Discos Mais Experimentais de Todos os Tempos"). Eles obtiveram a 12ª posição na lista, à frente de nomes como Beatles, Pink Floyd e Frank Zappa. Ainda em 2005, a também britânica Q Magazine igualmente colocou o álbum em 12º lugar, em sua lista dos "40 greatest psychedelic albums of all time" ("Os 40 maiores discos psicodélicos de todos os tempos).

quarta-feira, 2 de julho de 2014

OS MUTANTES - A MUTAÇÃO DA MPB




OS MUTANTES
Wikipédia

Influence

When Os Mutantes was formed, it combined influences from psychedelic acts from the English-speaking world like The Beatles, Jimy Hendrix, and Sly & the Family Stone with bossa nova, tropicália, samba and the cultural legacy of the Brazilian art vanguards from the modernist movement.
Os Mutantes is one of the most well-known and influential rock bands in Brazil. In addition, many contemporary underground or independent bands in the United States and Europe cite Os Mutantes as a major influence. Kurt Cobain publicly requested a reunion tour from the trio in 1993, writing a letter to Arnaldo Baptista.[9] Cobain was introduced to them by Pat Fear from White Flag (whose collaboration with Redd Kross , and other friends under the name The Tater Totz was the first American band to cover or even cite Os Mutantes on their 1988 LP Alien Sleestaks from Brazil). Beck paid tribute to the group with his single "Tropicália" from the album Mutations. The Bees (UK band) covered "A Minha Menina" on their first album, Sunshine Hit Me.  Red Hot Chili Peppers bass player Flea has stated on his Twitter account that "Os Mutantes the brazilian band is so great".
 Kevin Barnes of  Of Montreal cites Os Mutantes as an important influence.  Talking Heads frontman David Byrne has worked to publish and promote the group's music through his Luaka Bop Label.
Their song Ave Lucifer has been sampled on Captain Murphy's The Killing Joke (produced by Flying Lotus).