Translate

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

STONES CAEM NO BREGA

Seria interessante ver os Rolling Stones cantando uma música brega? Neste vídeo inédito,imaginamos os Stones num supershow em belém,cantando um hit local.

video

ELVIS ERA ASSIM

ELVIS poderia ter enriquecido seu curriculo com algumas canções exóticas e inspiradas da MPB. Vamos ver o rei do rock interpretando um grande sucesso de...Benito de Paula.
video

STONES LIVE IN PARÁ

Este vídeo raro mostra outro momento dos ROLLING STONES durante o PARA-TOUR,desta vez no colosso do tapajós.

video

ARETHA FRANKLIN's MEDLEY

A Diva do soul mudou de silhueta através das décadas,mas a voz continua a mesma.Aqui ela interpreta um grande sucesso da MPB,em várias fases da carreira, dizendo o que pensa das mudanças no visual.

video

LED ZEPELLIN BAIXA UM SANTO

Diz a lenda que Robert Plant,cantor do legendário LED ZEPELLIN,baixou um santo ao cantar "Dazed and Confused" num terreiro na Bahia.Neste fantástico vídeo descobre-se que a música era outra,"Cavaleiro de Aruanda" do Ronnie Von.

video

KISS sing TEEN MYIA

O KISS tem tudo a ver com a MPB.E o aconteceria se eles resolvessem interpretar o grande TIM.

video

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

sábado, 6 de fevereiro de 2010

O CÉREBRO ELETRÔNICO



















Ouvindo sem querer a música de abertura de uma dessas novelas que afligem e manipulam o povo brasileiro, achei-a familiar e a letra muito "avançada" para os artistas atuais. Desconfiei que era uma regravação. Eu já disse que odeio a maioria das regravações, primeiro porquê nunca alcançam a qualidade da original e a música tem seu momento único numa época. É como tentar atualizar um quadro, pintar a Monalisa com conceitos modernos.
Mas o que interessa é a música do Gil, uma musiquinha do tempo dos Mutantes, balançada e inteligente, uma das muitas músicas esquecidas do mestre Gilberto Gil, que encerrou uma carreira grandiosa, que não precisava de mais nada, ao adentrar na fuliginosa carreira politica onde nada fez e quase foi esquecido.
Mas,voltando a referida música... a letra genial, diz:
O cérebro eletrônico faz tudo/ Faz quase tudo/Faz quase tudo/Mas ele é mudo.
O cérebro eletrônico comanda/Manda e desmanda/Ele é quem manda/Mas ele não anda.
A música de 1969, tenta mostrar que o homem é superior e não devia temer o avanço tecnológico. Fiquei pensando em que Gil estava se baseando, numa época sem celulares,computadores, internet ou IPAD.
Hoje, no meio de Gadgets tecnológicos, (ainda primitivos, é verdade), câmeras e novas tecnologias surgindo a cada hora, eu não tenho mais tanta certeza no que diz a letra.

AVATAR OU TIMESPIRITS OU FIREKIND.
















Avatar de James Cameron para mim foi uma revolução tecnológica mas tirando
os efeitos especiais não sobra muita coisa. O roteiro é fraco e agora está sendo bombardeado por vários flancos, com provas de que não é original.
Uma das entregas é um gibi de 1982 chamado TIMESPIRITS com coincidências demais na história e nos personagens. James Cameron pode alegar uma música dos Beatles que diz "tudo que tinha que ser criado já foi criado".










Mas outra acusação de que "Avatar" é uma cópia de uma obscura HQ inglesa, chamada "FIREKIND", publicada entre março e junho de 1993, são mais constrangedoras. A flechada
partiu do site Heavy.
Criada por John Smith e Paul Marshall, "Firekind" contava a história de um botânico, que viajava para um planeta chamado Gennyo-Leil. Tendo como cenário uma exuberante floresta, o local era habitado por nativos de pele azul (hum.), imensos dragões que serviam de transporte para os nativos (hein?) e em cujas glândulas era encontrada uma substância de grande valor procurada pelos invasores (êpa!!!).
Por uma destas incriveis obras do destino, o planeta também tinha imensas rochas flutuantes.
Ihhhh....

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

OSCAR 2010 - indicações

Melhor filme
Avatar
Um sonho possível
Distrito 9
Educação
Guerra ao terror
Bastardos inglórios
Preciosa
Um homem sério
Up – Altas aventuras
Amor sem escalas
Melhor direção
James Cameron, Avatar
Kathryn Bigelow, Guerra ao terror
Quentin Tarantino, Bastardos inglórios
Lee Daniels, Preciosa
Jason Reitman, Amor sem escalas
Melhor ator
Jeff Bridges, Coração louco
George Clooney, Amor sem escalas”
Colin Firth, A single man
Morgan Freeman, Invictus
Jeremy Renner, Guerra ao terror
Melhor ator coadjuvante
Matt Damon, Invictus
Woody Harrelson, The messenger
Christopher Plummer, The last station
Stanley Tucci, Um olhar do paraíso
Christoph Waltz, Bastardos inglórios
Melhor atriz
Sandra Bullock, Um sonho possível
Helen Mirren, The last station
Carey Mulligan, Educação
Gabourey Sidibe, Preciosa
Meryl Streep, Julie & Julia
Melhor atriz coadjuvante
Penélope Cruz, Nine
Vera Farmiga, Amor sem escalas
Maggie Gyllenhaal, Coração louco
Anna Kendrick, Amor sem escalas
Mo’Nique, Preciosa
Melhor roteiro original
Guerra ao terror
Bastardos inglórios
The messenger
Um homem sério
Up – Altas aventuras
Melhor roteiro adaptado
Distrito 9
Educação
In the loop
Preciosa
Amor sem escalas