Translate

sábado, 29 de janeiro de 2011

A GALERIA DOS FILÓSOFOS (GENUINAMENTE) BRASILEIROS


 
Através dos Séculos, filósofos da antiguidade como Zenão, Epicuro, Sócrates e outros, tão desconhecidos pela grande patuléia quanto estes aqui apresentados, guiaram a humanidade com seus pensamentos, que ensinavam com simplicidade, cada um a seu modo, uma forma de viver melhor e sem traumas. Para conhecimento geral, O CLUBE DOS GÊNIOS pesquisou algumas correntes filosóficas Brasileiras usadas atualmente, e mostra um pequeno perfil dos seus criadores. Genuinamente Brasileiros, é claro. Para vocês....


A GALERIA DOS FILÓSOFOS GENUINAMENTE BRASILEIROS

MC SCROTÉU
Poeta , tradutor, rebelde.Traduziu velhos clássicos para o português e vice-e-versa usando o LH Tranlator. Com visão no futuro antecipou em anos a obra do Menor do chapa e Mr. Capra, durante os cinco anos de reclusão em Bangu 8. Cresceu ouvindo DJ Malboro e Virou celebridade nacional, com a música Scrotéu, uma versão ainda mais obscena que o Créu, mas não se deixou levar pelo sucesso meteórico. Gastou todo dinheiro que ganhou numa loja de bonés. Compôs, com vinte e dois parceiros, o primeiro Samba enredo de uma escola de samba em Inglês, mas foi preso outra vez (com os outros vinte e dois compositores) por que não pagou o jabá em dólares. Já solto e cansado de tanto ir em cana, resolveu ir para Londres, mas acabou preso e deportado de volta para o Brasil, quando cantou em frente ao palácio de Buckingham sua versão livre de I Want Hold Your Hand dos Beatles como Eu Quero que você segure meu Bráulio.




ROBÉRIO JUSTUS


Pai da Impunidade. Embora analfabeto de pai e mãe, formou-se em Advocacia por correspondência e defendeu a idéia de que todo ser humano que cometesse um crime, Independente de raça,credo ou côr, teria direito a ampla defesa, desde que pudesse pagar um bom advogado. Eleito Presidente da câmara de vereadores da sua cidade,criou a imunidade parlamentar para si e seus pares. Inspirado por idéias liberais vindas da Europa, que apregoavam que “A vida Começa aos quarenta,” lutou para que a idade penal dos menores subisse para trinta e nove anos.

OS INDICADOS AO OSCAR 2011

Melhor Filme
"127 Horas" (Vai chegar atrasado)
"Cisne Negro" (Favorito)
"O Vencedor" (Vai perder)
"A Origem" (Favorito)
"Minhas Mães e Meu Pai"( Vai confundir)
"A Rede Social" (Favorito)
"O Discurso do Rei"(Favorito?)
"Toy Story 3" (Fofo)
"Bravura Indômita" (Vintage)
"Inverno da Alma" (Tá frio)

Melhor atriz
Annette Bening por "Minhas Mães e Meu Pai" (Ressuscitou)
Nicole Kidman por "Reencontrando a Felicidade" (Já morreu)
Jennifer Lawrence por "Inverno da Alma" (congelou)
Michelle Williams por "Blue Valentine (Não apareceu)
Natalie Portman por "Cisne Negro" (Favorita)

Melhor ator
Javier Bardem por "Biutiful" (Não cola)
Jeff Bridges por "Bravura Indômita" (Não dá)
Jesse Eisenberg por "A Rede Social" (Não deu)
James Franco por "127 Horas"(Não vai)
Colin Firth por "O Discurso do Rei" (Favorito)

Melhor ator coadjuvante
Christian Bale por "O Vencedor" (Tá queimado)
John Hawkes por "Inverno da Alma" (Tá congelado)
Jeremy Renner por "Atração Perigosa" (Tá à perigo)
Mark Ruffalo por "Minhas Mães e Meu Pai" (Tá fodido)
Geoffrey Rush por "O Discurso do Rei"( O menos ruim)

Melhor atriz coadjuvante
Amy Adams por "O Vencedor"(Tá na mira)
Helena Bonham Carter por "O Discurso do Rei"(Tá perdida)
Melissa Leo por "O Vencedor" (Tá vencida)
Hailee Steinfeld por "Bravura Indômita" (Tá com medo)
Jacki Weaver por "Reino Animal" (Foi comida)

Melhor diretor
Darren Aronofsky por "Cisne Negro" (Dançou)
Ethan Coen e Joel Coen por "Bravura Indômita" (Retrô)
David Fincher por "A Rede Social" (copiou)
Tom Hooper por "O Discurso do Rei"(Gaguejou)
David O. Russell por "O Vencedor"(Perdeu)

Melhor roteiro original
"Another Year" (No proximo ano)
"O Vencedor" (Perdeu)
"A Origem" (começou)
"Minhas Mães e Meu Pai" (pirou)
"O Discurso do Rei" (Não diz nada)

Melhor roteiro adaptado
"A Rede Social" (Adaptou)
"127 Horas" (atrasou)
"Toy Story 3" (brincou)
"Bravura Indômita" (amarelou)
"nverno da Alma"(esfriou)

Melhor animação
"Como Treinar o Seu Dragão"
"O Mágico"
"Toy Story 3"

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

SUDDENLY I SEE, BERENICE

Algumas Músicas parecem feitas para certas pessoas,  Esta com certeza é para as pessoas como minha amiga Berenice, parece com ela. De repente eu vejo como ela é fofa.
KT TUNSTALL -SUDDENLY I SEE

video

domingo, 23 de janeiro de 2011

X-MEN FIRST CLASS


Caleb Landry Jones (Sean Cassidy/Banshee), Michael Fassbender (Erik Lensherr/Magneto), Jennifer Lawrence (Raven Darkholme/Mística), Rose Byrne (Dr. Moira McTaggert), Nicholas Hoult (Hank McCoy/Besta), James McAvoy (Charles Xavier) e Lucas Till (Alex Summers/Destrutor)

Sebastian Shawn(Kevin Bacon) e Emma Frost (January jones) O Rei Negro e a Rainha Branca do Círculo do Inferno.

3 de Junho de 2011 estreia o novo filme dos X-men, finalmente mostrando o inicio da história com alguns mutantes conhecidos e outros nem tanto. E até que enfim vão mostrar alguns personagens básicos e importantes para quem acompanha os diversos núcleos dos mutantes,como o Circulo do Inferno.Não adianta os diretores falarem prá mídia que a turma que curte Crepúsculo vai gostar do filme, porque não vai rolar. Será que a nova geração brasileira sabe quem é Moira McTaggert? Felizmente os X-men são complicado demais para almas imcompletas   

ESSA TAL DE RITA LEE

ESSA TAL DE RITA LEE

Marcos Borba

Por tradição, os estudiosos da língua preferem explorar a linguagem de consagrados escritores da literatura. Poucos se aventuram a se debruçar sobre textos de compositores da chamada Música Popular Brasileira. Possivelmente, por preconceito acadêmico, oriundo de remanescente visão elitista, autores de letras-poéticas de criatividade flagrante permanecem à margem dos trabalhos de pós-graduação.
Alguns destemidos desbravadores abriram o caminho, como o pioneiro Professor Anazildo Vasconcelos da Silva com a aclamada dissertação de Mestrado sobre o genial Chico Buarque de Holanda (A Poética de Chico Buarque, 1973).

Desde então, estudiosos vêm se dedicando à pesquisa de letras-poéticas de autores populares afamados como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Aldir Blanc, entre outros.
Mesmo com os precedentes acima, apresentar a roqueira Rita Lee com tema de dissertação de Mestrado pode ainda parecer, no mínimo, inconveniente do ponto de vista acadêmico.
No entanto, a convicção de que o trabalho criativo com a linguagem não é exclusivo da literatura, levou-me à leitura mais aprofundada da obra de Rita Lee.
A identificação com a visão de mundo, o humor e o erotismo presentes nas letras da compositora influíram sobremaneira na sua escolha como objeto de análise.
O que antes se apresentava apenas como intuição ¾ a riqueza de recursos lingüísticos (conscientes ou inconscientes) ¾ confirmou-se através de análises detalhadas das letras do corpus em questão. Os temas aparentemente “simples” e as letras (poemas) enganosamente despretensiosas ¾ e que tanto sucesso alcançam ¾ levaram-me a debruçar, com uma visão mais acurada, sobre este fenômeno da nossa cultura popular.
Apesar de não ter pretendido empreender uma análise definitiva e completa da obra, acredito ter ressaltar alguns dos inúmeros recursos estilísticos manipulados, não raro com maestria, pela compositora para reforçar e realçar a mensagem.
Reitero que se tratou, sem sombra de dúvidas, de uma pesquisa ousada devido à imagem de roqueira da artista. No entanto, uma aproximação, sem preconceito das composições, revelou a ainda pouco observada criatividade da autora.
Além disso, os temas do prazer e do humor e suas manifestações (o cômico, a ironia, o sarcasmo) surgem recorrentes na obra desta criativa e irreverente cronista de nosso tempo.

Em conclusão, parece-me inquestionável o pleno domínio de Rita Lee dos recursos lingüísticos mais variados, objetivando realçar a mensagem de suas letras-poéticas.
Por trás de textos que falam do cotidiano insano das grandes cidades, descobrimos o homem angustiado, (“... e se não me engano, no próximo ano vai vir / aquela dose de cicuta que eu / vou ter de engolir / como se fosse um suco de fruta, / como se fosse eu a grande maluca / corre-corre-corre / uh, uh, uh - Corre-corre), devido a pequenos imensos conflitos existenciais, que prefere rir das mini-desgraças do dia-a-dia a se desesperar com a ausência de possibilidade de solução. (“... eu juro que é melhor / não ser um normal / se eu posso pensar que Deus sou eu / Sim, sou muito louco / não vou me curar / já não sou o único / que encontrou a paz / Mas louco é quem me diz. / E não é feliz. / Eu sou feliz!”- Balada do louco).Encontrar motivos para não desistir de procurar a felicidade, que insiste em fugir de suas (nossas) mãos, parece ser a meta dessa paulista que nos ajuda com um humor sarcástico e um culto do prazer (libertos de culpas e preconceitos que teimam em nos reprimir) a suportar um mundo ainda infinitamente distante do ideal. (“... Um belo dia vou lhe telefonar / pra lhe dizer que aquele sonho cresceu / No ar que eu respiro /Eu sinto prazer / de ser quem eu sou / de estar onde estou / Agora só falta você!” - Agora só falta você).
Retirar das tristezas do mundo, alegrias (“... Pra que sofrer com despedida?/ Se quem parte não leva, nem o sol, nem as trevas / E quem fica não esquece / tudo que sonhou...”- Cartão Postal); das injustiças sociais, lições de vida (“... Agora não é tempo da gente se esconder. / Tenho mais é que botar a boca no mundo / Como faz o tico-tico / quando quer comer. / Essa fome é vontade de viver...”- Com a boca no mundo); das agruras, motivos de riso (“... Se perder mais um jogo o outro amor / É sinal que a sorte me deixou em xeque-mate / Livre outra vez, no xadrez!...”- Livre outra vez); do medo da morte, lirismo (“... Se Deus quiser / Um dia eu morro bem velha. / Na hora H quando a bomba estourar / Quero ver da janela / E entrar no pacote de camarote / E tomar banho de sol, banho de sol, banho de sol...”- Baila comigo). Tudo isto temperado com ritmos que vão do rock à salsa, passando por boleros, bossa nova, entre outros, fazendo em suas próprias palavras “amor na melodia” com o marido, músico e parceiro Roberto de Carvalho.
O trabalho de garimpagem com as palavras desvenda uma poetisa instrumentalizada com todos os recursos (morfossintáticos, semânticos e estilísticos) para retirar dos signos verbais deslumbrantes imagens que nos encantam pelo inusitado aliado à aparente simplicidade. (“... Mais um dia a menos / Menos um sonho a mais / Tanto faz / Ah, como tanto fez / Ah, tanto faz / Ah, como tanto fez / Desde que eu viva em lúcida embriaguez / Desde que eu passe por momentos de prazer / Mesmo que eu fique caçador de aventuras / Grande amante do sol / Caçador de aventuras / Grande amante do sol...”- Caçador de aventuras)
                  
                 CLÁSSICOS DO ROCK BR

video

RITA LEE -CAÇADOR DE AVENTURAS (1976)

sábado, 22 de janeiro de 2011

CISNE NEGRO - QUASE DORMINDO















Com muita paciencia consegui chegar ao final do filme CISNE NEGRO (BLACK SWAN), não percam tempo, como tem gosto prá tudo é possivel que os amantes do ballet caiam de amores pelo babado sem maiores atrativos além da cena de lesbianismo.Mesmo num ano de produções fracas o filme consegue ser mais incongruente que A ORIGEM e mais sem conteúdo que REDE SOCIAL.O elenco até que prometia, Mila kunis, Winona Ryder, Barbara Hershey. Natalie Portman e Vincent cassel  com boas atuações fazem o que podem mas não salvam o enredo que ninguem sabe se é um drama, suspense ou terror.E no final..ué já acabou? Ufa...

THE MORE YOU IGNORE ME, THE CLOSER I GET.

Quanto mais mais você me ignora, mais perto eu chego.
não perca seu tempo.
Cuidado!
Eu agüento má vontade
Mais do que os solitários juízes da alta corte
Quando você dormir
Eu rastejarei em seus pensamentos
Como uma conta que você não pode pagar
Tome o caminho mais fácil e desista
E me deixe logo entrar
Oh, me deixe entrar.
(Morrissey)

A... GATA CHRISTIE

Eu não gosto de especialistas.Mas com boa vontade e diante de uma legião de Humanos (Brasileiros) cada vez mais idiotas, dá para entender a proliferação dos ditos-cujos, se tem um campo enorme a ser explorado, até tem gente que precisa de dicas para não se individar com cartões de crédito! Mas o assunto é outro, embora os idiotas sejam os mesmos. O já batido aquecimento global. As enchentes e as vítimas de Janeiro no Brasil.
A mídia em peso pergunta até quando vamos assistir passivamente que centenas de brasileiros morram vítimas das tragédias causadas pela natureza. Ora, por milhões de anos é claro. Embora haja poucos inocentes nesta história, os governos não podem ser responsabilizados sozinhos pelo desequilibrio do clima da terra, se a culpa é de quase toda a raça humana. Eles,os governos, podem ser responsabilizados por falta de um plano estratégico, antes e depois do evento, quanto a frear a dilapidação do meio ambiente terrestre parece meio           
fantasioso nesta altura do jogo. Como existe uma legião de idiotas jogando lixo fora do cesto e o do cesto não vai para o lugar adequado, todos acham o máximo alertar para a preservação da natureza, como se tivessemos este poder. Inverteram a máxima. Pode a criatura preservar o criador?
Será que algum dia vão proibir a produção de plásticos em escala mundial ou a fabricação dos nossos carros que poluem o ar? Vão fechar as fábricas que sustentam os empregos, a economia e a voracidade pelo consumo? Para recuperar os danos causados no meioambiente o homem teria que mudar todo seu modo de vida por alguns... milhões de anos. Mesmo para ferrar de vez com a água e o ar vai levar muito tempo, então o que fazer? Não perguntem aos especialistas, é fácil imaginar. Nem precisa ter lido Agatha Christie.Ninguem vai conseguir preservar a natureza, mas um dia vão começar a respeita-la. Senão ela não vai nos preservar.  

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

MORRISSEY - EU ESTOU ABRAÇANDO PARIS

video
                               
Na falta do seu amor
E na falta do toque humano
Eu decidi
Eu estou lançando meus braços ao redor
Ao redor de Paris porque
Só pedra e aço aceitam meu amor.
Na falta do seu rosto sorridente,
Eu viajo por todos os lugares.
E eu decidi
Eu estou lançando meus braços ao redor
Ao redor de Paris porque
Só pedra e aço aceitam meu amor.


Estou lançando meus braços ao redor
de Paris porque ninguém quer meu amor
Ninguém quer meu amor,
Ninguém quer meu amor,
Ninguém precisa do meu amor,
Sim, você foi clara.
Sim, você foi muito clara.

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

CLÁSSICOS

video
                                            Rita Lee
                                               José

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

HÁ 20 ANOS ATRÁS

MOSTRA 1991



Há 20 anos atrás, em 1991, as músicas que faziam sucesso (ainda no rádio) eram bem variadas,tinha gosto prá tudo.Veja a lista das 70 mais tocadas:

SETLIST 1991


1(Everything I Do) I Do It For You - Bryan Adams
2More Than Words - Extreme
3É o Amor - Zezé Di Camargo & Luciano
4Noite Preta - Vange Leonel
5Rush Rush - Paula Abdul
6Gonna Make You Sweat - C&C Music Factory
7Emotions - Mariah Carey
8Swing da Cor - Daniela Mercury
9Beija Eu - Marisa Monte
10I've Been Thinking About You - Londonbeat
11W/Brasil (Chama o Síndico) - Jorge Benjor
12Sadness Part 1 - Enigma
13Suga Suga - João Penca & Seus Miquinhos
14Where Does My Heart Beat Now - Celine Dion
15Grand Hotel - Kid Abelha
16It Ain't Over 'Til It's Over - Lenny Kravitz
17Paz na Cama - Leandro & Leonardo
18I Don't Wanna Cry - Mariah Carey
19All The Man That I Need - Whitney Houston
20Cry For Help - Rick Astley
21Wind Of Change - Scorpions
22I Wanna Sex You Up - Color Me Badd
23Wicked Game - Chris Isaak
24O Teatro dos Vampiros - Legião Urbana
25Losing My Religion - R.E.M.
26Codinome Beija-Flor - Luiz Melodia
27Baby Baby - Amy Grant
28Someday - Mariah Carey
29Cartas - Roupa Nova
30Good Vibrations - Marky Mark & The Funky Bunch
31Olhos de Jade - Beto Guedes
32Coming Out Of The Dark - Gloria Estefan
33Felicidade Urgente - Elba Ramalho & Cládio Zoli
34Unchained Melody - Righteous Brothers
35Justify My Love - Madonna
36Maria Chiquinha - Sandy & Junior
37Acontecimentos - Marina
38Crazy - Seal
39By My Side - INXS
40Don't Cry - Guns 'N Roses
41Joyride - Roxette
42Shiny Happy People - REM
43Show Me The Way - Styx
44Tom's Diner - DNA featuring Suzanne Vega
45Something Got Me Started - Simply Red
46Being Boring - Pet Shop Boys
47AM Eternal - KLF
48Have You Seen Her - MC Hammer
49Heal The Pain - George Michael
50I'm Not In Love - Will To Power
51Mal de Mim - Djavan
52Super-Herói - Roberto Carlos
53Fading Like A Flower - Roxette
54Começo, Meio e Fim - Roupa Nova
55Unbelievable - EMF
56You Gotta Love Someone - Elton John
57Não Aprendi a Dizer Adeus - Leandro & Leonardo
58Tendo a Lua - Os Paralamas do Sucesso
59Set Adrift On Memory Bliss - PM Dawn
60Eu Sei (Na Mira) - Marisa Monte
61Love Is A Wonderful Thing - Michael Bolton
62I Remember You - Skid Row
63Touch Me (All Night Long) - Cathy Dennis
64Pense em Mim - Leandro & Leonardo
65Right Here, Right Now - Jesus Jones
66Coração Vagabundo - Leila Pinheiro
67Faz de Conta - Edson Cordeiro
68Everybody Everybody - Black Box
69Cream - Prince & The N.P.G.
70When A Man Loves A Woman - Michael Bolton