Translate

domingo, 24 de maio de 2009

STAR TREK - O COMEÇO

DATA ESTELAR - 24-09/2009









Parecia impossivel alguem criar algo novo para contar sobre jornada nas estrelas, após todos estes anos e franquias de toda sorte. Pois aconteceu. Mesmo sem ser um "trekker"completo, ou seja, (para os alienados), um fã radical, acompanhei a série na TV e os longa-metragens, passando pela nova geração e a série VOYAGER, e fiquei satisfeito com o resultado espetacular do filme. Eu e parece, 90% dos críticos e o público em geral, basta ver as críticas e os comentários sobre o filme. O sucesso desta vez tem vários fatores: O elenco e o modo como foi contado o enredo, sem muita enrolação. Os novatos que tinham a responsabilidade de interpretar os lendários personagens se sairam muito bem e se o objetivo era atrair novos fãns ele deve ser alcançado, e a história continuará tendo uma vida longa e próspera .
Star Trek - que deveria ter origins no título - conta a história dos principais personagens que se tornarão os tripulantes da mais que famosa nave estelar da federação de planetas, a USS Enterprise.
James T. Kirk, Spock, Leonard McCoy, Scotty, Nyota Uhura, Hikaro Sulu e Pavel Chekov, através de uma série de incidentes acabam a bordo da nave e têem que combater o vilão Nero, um “Romulano” vingativo que tem uma arma capaz de destruir planetas, destruiu o planeta de Spock e ameaça destruir a terra.
Mas isso é o menos importante. A direção de
J.J. Abrams presta homenagens à velha série através de um visual que mistura designs modernos de última geração com um pouco de nostalgia. O elenco, para mim desconhecido, é uma surpresa atras da outra. Principalmente o jovem Anton Yelchin (foto) fazendo um Checov engraçado com direito a um show de interpretação e simpatia ao mesmo tempo. Chris Pine é o novo Capitão Kirk. Sem deslizes. Zachary Quinto foi criticado pelos Trekkers, mas para mim convence ser Spock como se fosse o próprio Leonard Nimoy , que aliás é o único dos originais que aparece no filme. Karl Urban, faz um Dr. McCoy, o magro, talvez ainda mais engraçado e intrigante que o original . Simon Pegg faz Scotty também de maneira cômica e Zoe Saldana fez a melhor Uhura que podia, mas de maneira fraca, acho. Uma surpresa passageira é Winona Ryder como Amanda Grayson (mãe do Spock).
Agora, as falhas de gravação. Como nada é perfeito, notei tres falhas no enredo, que poderiam ser evitadas ou melhor explicadas, mas também passam despercebidos da maioria, exceto o "trekker", claro. Para cadetes em estágio de adaptação após o curso na frota estelar, eles pareciam muito experientes para decisões supremas. Não há explicação nem justificativa para Spock, como comandante, largar Kirk num planeta abandonado e perigoso. Na cena de ação final, ninguem pensou em sair rapidamente do campo de atração do buraco negro, causando uma busca de solução rápida (para garotos inexperientes).
É muito pouco para tirar o brilho de uma produção que beira o espetacular, principalmente para quem está acostumado a visitar mundos nunca antes conhecidos e estava morrendo de saudade de viajar, de novo, na mais famosa nave estelar de todos os tempos.

domingo, 10 de maio de 2009

PROS QUE ESTÃO EM CASA

video

Esta música do Hojerizah serviu de trilha sonora para muitas biritas que tomei nos anos 80 e quem está com saudade é só ouvir esta versão de garagem, com Toni Platão tomado e que eu não sabia se a música poderia soar melhor. É ótima a música "In Natura", pros que estão em casa, uh...Dedicada à minha super amiga Maria do Socorro.

sábado, 9 de maio de 2009



The Pirate Bay é o maior localizador de BitTorrent do mundo, sendo também o índice para os arquivos .torrent que rastreia. Um arquivo .torrent, em conjunto com um cliente BitTorrent, proporciona ao cliente as informações necessárias para se copiar um arquivo ou conjunto de arquivos de outras pessoas que estão copiando ou compartilhando o mesmo arquivo. Devido a capacidade do protocolo BitTorrent de gerenciar grandes arquivos, é uma escolha preferida para compartilhar grandes arquivos de multimídia (muitas vezes tida como ilegal na maioria dos países de onde se conectam os seus usuários).
The Pirate Bay foi criado pela organização anticopyright sueca Piratbyrån no começo de 2004, mas depois tornou-se uma organização independente.
Esta apresentação é um prólogo para começar a falar o que eu acho do compartilhamento de arquivos, com downloads prá cá e uploads prá lá. Primeiro este avanço tecnológico maravilhoso não é sinônimo de pirataria, interpretado assim pelas grandes organizações que enriqueceram com monopólios e exploraram o mundo com preços exorbitantes sobre produtos necessários à vida humana como o cinema e a música. Se no meu computador eu tenho acesso à qualquer música hoje, é porque temos tecnologia para ela chegar até mim e eu serei um tolo se não baixa-la. Para os que dizem que o artista e os músicos estão sendo lesados em seus direitos autorais, eu digo que fui lesado quando passei vinte anos comprando discos de vinil e um dia sem mais nem menos disseram que não valiam mais nada, e não haveria mais meios para toca-los!
O certo seria a industria fonográfica fazer um "recall" e trocar o obsoleto vinil, pelo novo e revolucionário CD. mas eles queriam que todo mundo comprasse tudo de novo. Se ferraram e agora não há mais volta. A troca de arquivos e informações é uma conquista dos terraqueos em escala global, e está mudando o modo de ver cinema, ouvir música e ler jornais e revistas. Isto é um avanço na nossa lenta tecnologia de informação e não uma coisa para ser exacrada pelos donos da mídia. Não há retorno para conquistas. Os grupos que enriqueciam em mundinhos proibidos aos pobres mortais agora vão ter que batalhar e achar caminhos alternativos.

Ps: Em abril de 2009, os fundadores do site sueco, foram considerados culpados da acusação de violar leis de direitos autorais, e condenados pela justiça sueca a um ano de prisão e a pagar o equivalente a R$8 milhões (US$ 3,55 milhões) a algumas das maiores empresas de entretenimento do mundo, como a Sony e a Warner. Esta não é a ultima instância e eles vão recorrer. Vida longa ao The Pirate Bay.

sexta-feira, 8 de maio de 2009

RESPECT












Fortalezasempre.com.br
Mensagem por: Carlos Gomes 7 maio 2009 às 17:30
Vi o Fortaleza pela primeira vez este ano e não gostei do que ví. Noves fora a conquista no nivel estadual o time não procurou se superar para agradar a torcida que lotou o castelão e que foi a única coisa elogiada por aqui.Devo dizer que as torcidas do Vasco e Botafogo ficaram grudadas na TV torcendo pelo Fortaleza e se decepcionaram.Talves a diretoria e o time não estivessem interessados na copa do Brasil, visto que todos os times envolvidos na disputa se concentraram na segunda-feira enquanto, segundo a programação no site oficial, o Fortaleza só se apresentou terça e entrou sonolento em campo na noite de ontem.Não respeitou as mais de 50.000 pessoas que esperavam um time combativo como tri-campeão cearense.Erros no plano tático ficaram visiveis até para quem não conhece o time. Se o elenco está exausto, vamos dar um crédito,mas se o futebol do Fortaleza é só esse vamos ter mais um ano de sofrimento, lutando para não cair.
Ultimamente tenho encontrado muita gente que gosta de poesia e apesar de gostar de Cecilia Meirelles nunca naveguei poeticamente em nada. Mas lembrei que há tempos construi uns versos baseados num conto árabe,inspirado não sei por quê, ou por quem. Procurei no meu baú e encontrei-a. E não é que parece inspirada? Para vocês...OÁSIS.














OÁSIS
Carlocarlus (1976)

Como uma virgem damasca ou persa
Carregando um halo que se cora
pelas sedas ou pela aurora
Traz teu corpo que eu adoro.

Com sândalo,âmbar, ânfora
Flutuando em pele colorida
como um caleidoscópio
As mil e uma noites num dia

Tua essência de vinhos e ervas raras
Através da areia me embriaga
As minhas asas também ficam paradas
No teu oásis, na tua tiara
Vem buscar-me em sonho em transe
Em seus cabelos de alfazema
Dá-me o sorriso como senha
Vem sentir-me eu sou aroma
Sensual deserto em tochas
Com teus pós mágicos me unge
Deixe que minha caravana vá longe
E teu sabre à luz tênue me mate.
BEIRA-MAR
Ednardo














Na Beira-Mar,
entre luzes que lhe escondem,
Só sorrisos me respondem,
Que eu me perco de você
Que eu me perco de você...
Você nem viu, a lua cheia que eu guardei
A lua cheia que eu esperei
Você nem viu, você nem viu...Você nem viu, você nem viu...

E o seu gosto, que ficando em minha boca,Vai calando a voz já rouca,
Sem mais nada pra dizer, sem mais nada pra dizer...
E eu fugindo de você,
Outra vez me lastimando,
É a vida, é a vida...
simplesmente e nada mais.
É a vida, é a vida...
Simplesmente, e nada mais...
E um gosto, de você que foi ficando...
e a noite, enfim findando...
Igual a todas as demais,
e nada mais, e nada mais, e nada mais, e nada mais...

FORTALEZA OU NEW YORK...

FORTALEZA OU NYC ?
Meu amigo João gosta de viajar e foi nas últimas férias para NYC,
voltou extasiado com o que viu,com a Radio city Music Hall e com o Madison Square Garden.
Eu fui para Fortaleza. e da Janela do meu amigo e escritor Josa, fiquei extasiado com a vista parcial do centro, que há tempos eu não vislumbrava.
Lembrei disso vendo no album do joão no Orkut uma visão noturna de Nova York.
Acho que o céu de Fortaleza é mais bonito.
Advinhe qual das cidades abaixo é Fortaleza e
qual é Nova York.



















A - Fortaleza B - Fortaleza C - Nova York

domingo, 3 de maio de 2009

FORTALEZA TRI


FORTALEZA É TRI-CAMPEÃO
O Fortaleza é campeão do Cearense 2009. Neste domingo, o Tricolor empatou em 1 a 1 com o Ceará, no Castelão, e conquistou o tricampeonato estadual. Este foi o terceiro tricampeonato em sua história no Campeonato Cearense.Os gols da partida foram marcados nos minutos iniciais dos dois tempos. O Ceará abriu o placar aos nove minutos da primeira etapa, com Arlindo Maracanã, de cabeça, após cruzamento de Geraldo. O gol de empate do Fortaleza saiu aos sete minutos do segundo tempo. Marcelo Nicácio aproveitou cruzamento perfeito de Bismarck, se antecipou ao lateral Boiadeiro e cabeceou no canto esquerdo do goleiro Adílson.E até o fim do jogo, os times tiveram muitas oportunidades, mas a falta de pontaria dos jogadores e boas defesas de Douglas e Adílson mantiveram o resultado de igualdade.
CAMPEONATO CEARENSE DE 2009
FORTALEZA : Douglas; Gilmak, Sílvio e Édson; Bismarck, Coutinho (Álvaro), Eusébio, Cleisson e Guto; Wanderley (Sidnei) e Marcelo Nicácio (Luís Carlos). Técnico: Mirandinha
CEARÁ : Adílson; Boiadeiro, Erivélton, Fabrício e Fábio Vidal (Sérgio Alves); Michel, Chicão (Fábio Gomes), Geraldo e Alex Gaibu (Misael); Arlindo Maracanã e Edu Sales. Técnico: Zé Teodoro
Local: Estádio Castelão
Árbitro: Paulo César de Oliveira/SP Auxiliares: Roberto Braatz/PR e Erich Bandeira/PE
Renda: R$ 668. 985,00Público: 49.705 pagantes (4.049 não pagantes

sábado, 2 de maio de 2009

MOTIVO

Fagner & Cecília Meirelles - do disco "Eu canto (Quem viver chorará)"
Eu canto,
porque o instante existe
E a minha vida está completa
Não sou alegre nem sou triste,
sou poeta
Não sou alegre nem sou triste,
sou poeta
Irmão das coisas fugidias

Não sinto gozo nem tormento
Atravesso noites e dias ...no vento
Se desmorono ou se edifico
Se permaneço ou me desfaço
Não sei se fico... ou passo
Eu sei que eu canto e a canção é tudo

Tem sangue eterno a asa ritmada
E um dia eu sei que estarei mudo,
mais nada
Amanhã estarei mudo,
mais nada...

sexta-feira, 1 de maio de 2009

FAGNER - O ULTIMO DOS REBELDES

Uma amiga me perguntou quais as músicas do Fagner eram poemas musicados. Como cearense eu deveria saber. Chutei algumas, mas fui pesquisar mais a fundo e descobri, ou redescobri, a pura poesia que embalou meus anos em Fortaleza, e ouvindo os primeiros discos do poeta rebelde lembrei dos shows que eu ia ver no teatro Tereza Rachel aqui no RJ. E como era o inquieto, irreverente, imprevisível...Raimundo Fagner. Cantor, compositor, instrumentista, ator, produtor.Cearense de Orós, Fagner nasceu em 13.10.1949. filho de José Fares e Dona Francisca. Em conjunto com Belchior, Rodger Rogério, Ednardo e Ricardo Bezerra, formou o que se chamou de Pessoal do Ceará. Fagner se muda para o Rio de Janeiro em 1971.No ano seguinte, Mucuripe é gravada por Elis Regina e estoura nas paradas de sucesso do país. A música Cavalo Ferro é gravada em 1973 no disco Meu Corpo, Minha Embalagem, Tudo Gasto na Viagem, do Pessoal do Ceará.

É em 1973 que Fagner grava o seu primeiro LP, MANERA FRUFRU MANERA, Nele está um dos seus maiores sucessos, a música Canteiros, poema de Cecília Meirelles musicado por Fagner. A música causou polêmica, vez que no disco não havia créditos para a poetisa, constando a autoria apenas de Raimundo Fagner. Canteiros tem como música incidental Hora do Almoço, de autoria de Belchior, e Águas de Março de Tom Jobim.
No piano, a maestria de Ivan Lins.A partir daí, a carreira levanta vôo definitivo. Fagner lança o Ave Noturna, pela Continental, onde predominam músicasde caráter pessimista.É o ano de 1975. A música FRACASSOS é uma das composições definitivas do LP, outro destaque é uma versão um tanto triste de Riacho do Navio. Nela Fagner consegue mostrar o seu jeito próprio de cantar.

Em 1976, lança o Raimundo Fagner, agora pela gravadora CBS.Neste disco, vê-se momentos de puro rock (ABC), romantismo (Conflito, Asa Partida), além de música nordestina (Matinada).
Surpreende a gravação de Sinal Fechado, autoria de Paulinho da Viola.Com um estilo próprio, Fagner dá uma versão nova para uma música que já tinha sido gravada por alguns dos grandes nomes da MPB.

No ano seguinte surge o ORÓS, disco imprevisível, inusitado.Com a produção e arranjo de Hermeto Paschoal, nele se encontra músicas que dificilmente seriam tocadas na mídia.Apenas Cebola Cortada chega a ser executada nas rádios do país. Músicas como Epigrama n.9, Romanza e Orós, dificilmente tocariam em emissoras de rádios.
Em 1978 Fagner lança o Quem Viver Chorará, dedicado por Fagner a Seu Fares e Dona Francisca, “com todo amor que tenho e terei”.É a partir deste disco que ele estoura de vez no mercado fonográfico.
Revelação, composição de Clodo e Clésio é tocada exaustivamente nas rádios. Destacam-se também no disco a recriação para As Rosas Não Falam, além de Motivo, poema de Cecilia Meirelles, musicada outra vez pelo poeta rebelde.
A crítica se rende. Já não era sem tempo.
Beleza é o título do disco de 1979. A música Noturno foi a abertura sonora da novela Coração Alado da tv Globo. No show para o lançamento do disco no Teatro João Caetano, no Rio, a paixão do público pelo artista se torna evidente. Em 1980, é lançado o disco Raimundo Fagner que contém preciosidades, a exemplo da canção Vaca Estrela e Boi Fubá de Patativa do Assaré. No mesmo LP, músicas como Oh! My Love, música de John Lennon e Yoko Onno. A música Eternas Ondas é o grande hit do disco.
O disco de 1981 é o Traduzir-se, lançado no Brasil e na Espanha, com participações de Mercedes Sosa (na gravação definitiva de Años de Pablo Milanés), Manzanita, Joan Manuel Serrat e Camaron de La Isla.Um grande disco. Uma das músicas de maior sucesso foi Fanatismo, música de Fagner sobre poema de Florbela Espanca.A parceria com Florbela Espanca estaria presente no disco seguinte, com as músicas Fumo e Tortura. O resto é história longa. São trinta e seis discos solo desde 1973 até 2007, fora os compactos, participações e coletâneas. Um dos maiores cantores/compositores brasileiros encheu e enche até hoje de poesia os corações de quem quer ouvir o som da terra. Hoje, mais quieto que no tempo do Ave noturna, se isola no seu Orós, certo de que fez sua parte mostrando o que é a beleza dos campos e das flores, o outro lado da agonia e da dor.
(Parte do texto retirado da Página dos amigos de Fagner)